.

O Curso de Pós-Graduação ESPECIALIZAÇÃO EM MISSÃO INTEGRAL E GESTÃO DE PROGRAMAS SOCIAIS esta com inscrições abertas.
NÃO HOUVE FORMAÇÃO DE TURMA MÍNIMA PARA INÍCIO DAS AULAS EM 23/02/2013, TEREMOS QUE AGENDAR NOVA DATA. Contatos com Ana Paula Macedo após as 16:00 hs. Fone: (11) 3105-5552 - Seminário do Betel Brasileiro Site: http://www.betelbrasileiro.com.br/

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Consciência ética-ecológica cristã

Olá Gente!

Este é um artigo denso e com bastante profundidade, o que nos garante informação e reflexão de qualidade para ponderamos nossos conceitos e atitudes frente nossas responsabilidades como filhos do Deus Criador. Um assunto que foi muito bem tratado no Módulo de Meio Ambiente do Curso de Pós-Graduação do Betel Brasileiro, por um chará do autor, o Prof. Marcos Custódio, da ONG A Rocha Brasil, um organização que luta pela conservação ambiental.

Na realidade, se você ler o artigo abaixo, perceberá que se trata de uma introdução, pois o artigo foi originalmente publicado no site das Edições Vida Nova, de forma completa, onde foi dividido em duas partes. Se após a leitura se interessar, basta seguir o link no final.

Abraços

Lauberti Marcondes

TEOLOGIA:
A necessidade de uma consciência ética-ecológica cristã

Por Marcos de Almeida

A dimensão ética da relação entre ser humano e meio ambiente é assunto relevante nestes dias de crise. Qual deve ser nossa posição, como cristãos, frente à destruição do meio ambiente? Em Romanos 8.17 a 25, Paulo nos apresenta a ação de Deus na criação, mostrando o movimento do passado para o futuro, tendo o presente como um processo a ser levado em conta. Nesse contexto, qual é a implicação do tema criação para uma consciência ética-ecológica cristã?

É dever de todos os cristãos refletir não apenas no resgate dos perdidos, mas também nos posicionar diante desse assunto que nos afeta direta e indiretamente, o qual terá repercussões sérias para as futuras gerações. Estar bem informado sobre os dados publicados a respeito da situação de nosso planeta faz parte da responsabilidade de cada cidadão para uma tomada de posição efetiva. Dar de ombros e passar a responsabilidade apenas aos órgãos competentes é o caminho que muitos tomam. Estamos diante de um problema que, independente de raça, cor e religião, interfere diretamente na existência do ser humano. É um problema que diz respeito a todos.

A dimensão ética cristã a respeito da criação poderá oferecer aos cristãos um conjunto de princípios e condutas normativas que pode melhorar os relacionamentos entre o cidadão, a sociedade e o espaço ambiental. Porém, o melhor de tudo isso é a ação poderosa do amor que, em ação, rege e une perfeitamente todas as coisas.

Há inúmeras instituições que se preocupam em destacar a atual situação em que se encontra nosso planeta. Há relatos de esgotamento dos recursos naturais em consequência da destruição do meio ambiente pelo seu colonizador, chamado homem.

É certo que os resultados da ação destruidora do humano sobre a natureza se mostram na vida do próprio homem ou na ausência desta vida. É cada vez mais normal assistir, por meio da mídia, às notícias frequentes sobre o tema abordado neste breve artigo.

O objetivo jamais é radicalizar, partindo de uma visão pessimista. O intuito é refletir sobre a necessidade de um equilíbrio da vida entre o homem e seu meio ambiente, de modo que ambos possam sobreviver numa perspectiva cristã.


Um comentário:

  1. Ao propósito dessa oportuníssima postagem, recomendo < http://youtu.be/kAAdXrdXSpM >. Afinal, somos mordomos do Criador.

    ResponderExcluir

valeu, pela participação